Ribeirão registra queda expressiva no número de casos de dengue em 2017. Ao todo, apenas 12 casos foram confirmados em janeiro deste ano. Médico afirma que clima e ações da prefeitura foram fatores que ajudaram

A cidade de Ribeirão Preto (SP) registrou uma queda significativa no número casos de dengue neste primeiro mês de 2017 ao comparar com o mesmo período em 2016. Ao todo, apenas 12 casos foram confirmados no boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura na tarde desta quarta-feira (15).

No primeiro mês de 2016, Ribeirão Preto viveu uma epidemia e registrou 16.449 casos. Ao todo, o município fechou o primeiro semestre do ano passado com 34.936 casos confirmados de dengue e oito mortes pela doença durante todo ano de 2016.

De acordo com o médico infectologista do Hospital das Clínicas, Benedito Lopes da Fonseca, a queda no número de casos da doença ocorre devido a uma série de elementos que juntos colaboraram para uma diminuição da população de mosquitos.

“Com certeza houve uma queda na população de mosquitos, agora o motivo de ter caído é provavelmente devido ao aumento de chuvas que tivemos. Eu acho que todo o trabalho que a prefeitura fez desde o ano passado por causa da grande epidemia que teve também ajudou. Foi uma combinação de fatores”, explica.

Entre os 12 casos registrados na cidade, seis foram de pacientes que moram na zona oeste da cidade. Até o momento, nenhuma morte pela dengue ocorreu no município. Apesar do cenário tranquilo, Fonseca explica que isso não pode virar motivo para que a população e as autoridades deixem de combater o Aedes aegypti.

“Acho que esse ano devemos ter menos casos. Agora, o que precisamos ver é a população de mosquitos, porque mesmo que a gente faça o controle do Aedes aegypti em áreas externas, a população tem que fazer a sua parte. Não é porque temos poucos casos que pode relaxar, baixar a guarda. Tem que continuar a olhar”, explica.

Mutirão
Preocupada com a situação vivida por Ribeirão Preto e as cidades vizinhas no ano passado, a EPTV realizará no próximo sábado (18) o 2° Mutirão Regional de Combate ao Mosquito da Dengue. Representantes de cidades da região se reuniram na tarde de quarta-feira (8) em Ribeirão para debater sobre os preparativos para a ação.

Os municípios contarão com o apoio de todos os veículos de comunicação do grupo EPTV para divulgar a ação. Ao todo, 317 cidades das regiões de Ribeirão Preto, São Carlos, Campinas e Varginha deverão se informadas por G1, as rádios CBN e Jovem Pan, além do Jornal A Cidade.

No ano passado, o mutirão vistoriou aproximadamente 400 mil casas em toda a área de cobertura da EPTV e cada prefeitura ficou responsável por definir a ação que seria promovida em seu município.

Referência: Do G1 Ribeirão e Franca - Por: LG Rodrigues

Compartilhe

Editor: Benedito Carlos Maciel
Corpo Editorial: Margaret de Castro, Benedito Carlos Maciel, Ricardo de Carvalho Cavalli
Coordenação Executiva: Célia Bíscaro
Assessoria Técnica: Seção Técnica de Informática da FMRP-USP
Assessoria: Assessoria de Imprensa do HCFMRP-USP, Assessoria de Imprensa HEAB, Assessoria de Imprensa do Hemocentro RP e Documentação Científica da FMRP-USP
Jornal Eletrônico do Complexo Acadêmico de Saúde - FMRP-USP | HCFMRP | FAEPA
2012 - Todos os Direitos Reservados - Fale Conosco