Serviço de Retina e Vítreo do HCFMRP-USP completa 20 anos

No mês de maio, o Serviço de Retina e Vítreo do Hospital das Clínicas da FMRP-USP completa 20 anos de funcionamento. Referência do atendimento terciário e secundário de pacientes de todo país, especialmente da região de Ribeirão Preto, o Serviço conta com a mais avançada tecnologia para o diagnóstico e tratamento das doenças vítreo-retinianas, como descolamento de retina, retinopatia diabética, degeneração macular, retinopatia de prematuridade, entre outras.

De um único aparelho à um serviço de referência

O Serviço de Retina e Vítreo passou a ser organizado pelo Prof. Dr. Rodrigo Jorge a partir de 1998, quando foram iniciadas as primeiras cirurgias de vítreo, com os equipamentos de laser e de vitrectomia.

“No início, o serviço possuía apenas um laser . Os pacientes com problemas de retina tinham que ir se tratar em São Paulo”, lembra o professor Rodrigo Jorge, chefe do Serviço de Retina e Vítreo do HC.

Hoje, o serviço conta com quatro aparelhos laser, três retinógrafos, duas tomografias de coerência ótica, um microperimetro, um sistema de documentação de células de fundo de olho, além de uma sala cirúrgica completa para realização dos procedimentos.

A equipe também cresceu e se especializou, hoje conta com 17 médicos e uma equipe multidisciplinar de mais de 15 profissionais.

Tudo isso garante a realização de 740 cirurgias de vitrectomia, 13 mil procedimentos ambulatoriais, 15 mil consultas por ano.

Ensino e pesquisa de ponta

Quando o assunto é pesquisa, o serviço também é destaque com mais de 110 artigos científicos publicados no Brasil e no exterior e 33 prêmios no currículo.

Os pesquisadores desenvolveram pesquisas inéditas como dispositivo de liberação prolongada de talidomida, implante biodegradável para tratamento de doenças intraoculares e o primeiro transplante de célula tronco da américa latina para tratar de retinopatia.

Atualmente, os oftalmologistas trabalham no desenvolvimento de um dispositivo para a documentação do fundo de olho com auxílio do aparelho celular.

O legado do Serviço de Retina e Vítreo também pode ser comprovado pelo número de especialistas formados. O Serviço já formou 54 médicos especialistas. “Só em Ribeirão Preto, trabalham mais de 10 especialistas oriundos do serviço”, explica o professor Rodrigo. “Temos egressos que atuam em todos os estados brasileiros, contribuindo de forma indireta a assistência de comunidades fora da região sudeste”, completa

O professor faz um balanço positivo destas duas décadas de trabalho. “Olhando toda essa trajetória, posso dizer que houve uma grande evolução no Serviço de Retina e Vítreo do HCFMRP-USP, fruto do trabalho de uma equipe especializada e de todos os funcionários da Divisão de Oftalmologia e também da administração hospitalar que apoiaram as propostas”, conclui.

 Referência: Assessoria de Comunicação HCFMRP-USP

Compartilhe

Editor: Benedito Carlos Maciel
Corpo Editorial: Margaret de Castro, Benedito Carlos Maciel, Ricardo de Carvalho Cavalli
Coordenação Executiva: Célia Bíscaro
Assessoria Técnica: Seção Técnica de Informática da FMRP-USP
Assessoria: Assessoria de Imprensa do HCFMRP-USP, Assessoria de Imprensa HEAB, Assessoria de Imprensa do Hemocentro RP e Documentação Científica da FMRP-USP
Jornal Eletrônico do Complexo Acadêmico de Saúde - FMRP-USP | HCFMRP | FAEPA
2012 - Todos os Direitos Reservados - Fale Conosco