Atendimentos primários são os alicerces da saúde no Brasil

Atenção à saúde no Brasil foi tema do programa Saúde sem Complicações, e o convidado foi o professor do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP Anderson Soares da Silva (foto). Médico, mestre e doutor em Ciências Médicas pela USP, o professor atua na área de Medicina de Família e Comunidade.

Para explicar como está estruturada a saúde no Brasil, Silva usa o exemplo da região de Ribeirão Preto que, segundo ele, tem um sistema de saúde de boa qualidade. É que os serviços dessa região “contam com uma hierarquia”, isto é, no atendimento primário são diagnosticados os problemas; no secundário, onde são tratados os casos mais complicados, e nos terciários e quaternários, que compreendem os hospitais especializados, como o caso do HC.

Ao falar da atenção básica, que para o professor corresponde ao alicerce da saúde, diz que devem contar tanto com médicos capacitados quanto contar com uma boa estrutura, “afinal estes profissionais devem resolver de 80 a 90% dos problemas queixados”. Silva fala também do diferencial da saúde da família que, por conviver diariamente com a população, “torna-se uma relação mais íntima, entre médico e paciente”.

O Saúde Sem Complicações é produzido e apresentado pela locutora Mel Vieira com trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Direção: Rosemeire Talamone.

Compartilhe

Editor: Benedito Carlos Maciel
Corpo Editorial: Margaret de Castro, Benedito Carlos Maciel, Ricardo de Carvalho Cavalli
Coordenação Executiva: Célia Bíscaro
Assessoria Técnica: Seção Técnica de Informática da FMRP-USP
Assessoria: Assessoria de Imprensa do HCFMRP-USP, Assessoria de Imprensa HEAB, Assessoria de Imprensa do Hemocentro RP e Documentação Científica da FMRP-USP
Jornal Eletrônico do Complexo Acadêmico de Saúde - FMRP-USP | HCFMRP | FAEPA
2012 - Todos os Direitos Reservados - Fale Conosco