\ Univ… > Jorn… == > Dest… > A di…

A dieta sem glúten é eficaz no tratamento da doença celíaca? Dr. Risadinha responde

O principal tratamento para a doença celíaca é não comer alimentos que contenham glúten. Os sintomas geralmente param em algumas semanas. 

O principal tratamento para a doença celíaca é não comer alimentos que contenham glúten. Os sintomas, geralmente, param dentro de algumas semanas após a exclusão do glúten dos alimentos consumidos pelo paciente. Assim, todos os alimentos que contenham trigo, cevada ou centeio devem ser retirados da dieta do paciente. Alimentos feitos sem glúten e não misturados com outros tipos de cereais, geralmente, são seguros para comer. No entanto, algumas pessoas com doença celíaca apresentam sintomas se comem aveia. Um nutricionista pode aconselhar melhor o paciente. Também é possível comprar farinha, macarrão, pão e outros alimentos sem glúten. Estes também estão disponíveis em lojas de alimentos naturais, por correspondência e via internet. Existem muitas receitas dietéticas e alimentares sem glúten. Infelizmente, muitos alimentos processados, refeições prontas e fast foods contêm glúten. As etiquetas de alimentos devem sempre sem consultadas para saber se o alimento contêm glúten ou não. Pessoas com a doença celíaca devem evitar o glúten durante a vida. Se comer glúten novamente, os sintomas retornarão. Mesmo pequenas quantidades de glúten podem sensibilizar novamente o intestino delgado. Para evitar sintomas e complicações todos os alimentos que contenham glúten devem ser evitados. Além de evitar o glúten, o paciente pode ser aconselhado a tomar alguns suplementos de vitamina, cálcio e ferro, pelo menos nos primeiros seis meses após o diagnóstico. Isto é para substituir quaisquer deficiências, enquanto o revestimento intestinal está retornando ao normal. Ter doença celíaca pode fazer com que o baço funcione de forma menos eficaz, tornando-o mais vulnerável a infecção por determinados germes. Embora não haja uma cura única para a doença celíaca, os sintomas podem parar com uma dieta sem glúten. Além disso, ter uma dieta sem glúten reduz o risco de desenvolver complicações no futuro. Se o paciente não come nenhum glúten, pode ter uma vida próxima ao normal.
 
Referências:
Dynamed [Internet].Celiac disease. Informação atualizada em fevereiro de 2017. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/index.php Acesso em: 25 jul. 2017.

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado

 
Revisores do resumo:
Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Gabriella Neves Cury