\ Univ… > Jorn… == > Dest… > HC r…

HC recebe R$ 68 milhões do Governo do Estado de São Paulo

Recursos, que fazem parte do Projeto de Modernização dos Hospitais Universitários, serão usados para conclusão do HC Criança e do Hospital Estadual de Serrana, entre outros projetos

Governador Geraldo Alckimin e Prof. Dr. Marcos Felipe Silva de Sá, superintendente do HCFMRP-USP

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo autorizou a liberação de R$ 68,3 milhões extras para investimentos no complexo do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckimin esteve pessoalmente no HCFMRP-USP no dia 16 de setembro para anunciar a liberação da verba. Além do HC, os recursos irão beneficiar a Mater e também deverão ser utilizados para a conclusão do HC Criança e do Hospital Estadual de Serrana, todos vinculados à pasta. O HC Criança irá receber a maior parte dos investimentos: R$ 40 milhões. O projeto reformulado do hospital previu um aumento de 140 para 231 leitos. A unidade será o primeiro hospital da região com foco 100% no atendimento do público infantil e representará um passo significativo na humanização do atendimento pediátrico, centralizando todas as especialidades pediátricas em um único prédio. O Hospital Estadual de Serrana também deve ser finalizado com um investimento de R$ 8 milhões para obras. A nova unidade funcionará como um hospital de retaguarda para o HC de Ribeirão e terá 91 leitos e duas salas de cirurgia.
A Mater (Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto) receberá R$ 6,3 milhões para reformas, adequações e climatização tanto em seu prédio principal quanto no anexo, onde funciona seu ambulatório médico. A unidade atende 2,2 mil mulheres por mês, em média. Já o HC terá reforma e adaptação da unidade coronariana, com ampliação de cinco para 15 no número de leitos. O CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do hospital também passará por reforma e ampliação de sua capacidade, de nove para 40 leitos. Além disso, serão reformados e ampliados o ambulatório de otorrinolaringologia e fonoaudiologia, Centro de Reabilitação e a unidade de tratamento de doenças infecciosas, cujo número de leitos passará de 22 para 40. O investimento no hospital será de R$ 14 milhões.


“Todos os hospitais beneficiados fazem parte do complexo do HC de Ribeirão, que é uma referência nacional em saúde. São investimentos importantes e expressivos, que irão assegurar a ampliação da assistência e instalações modernas, dentro do princípio de regionalização do atendimento em saúde, que é um dos nossos principais objetivos”, diz o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri.
O cronograma prevê que os recursos sejam liberados de acordo com o andamento das obras e a compra dos equipamentos. A previsão é de que todos os projetos estejam concluídos até 2014. 

A Secretaria também irá repassar R$ 492 mil para o Programa de Odontologia Hospitalar do HC, que faz parte do Programa Sorria Mais São Paulo. O programa permite o acompanhamento, por cirurgiões dentistas, de pacientes oncológicos, transplantados e internados em UTIs, que podem ter o tratamento prejudicado pela condição bucal, devido à presença de focos de infecção.