\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Camp…

Campanha Mundial do AVC enfatiza importância do exercício físico

Sedentarismo é fator de risco importante para o Acidente Vascular Cerebral. Por isso, atividades físicas ajudam a diminuir chances de doenças cerebrovasculares, diz colunista.

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e o papel da atividade física na prevenção da doença.

No dia 29 de outubro é celebrado o Dia Mundial do AVC, a segunda maior causa de morte no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A doença, diz o professor, pode acometer uma a cada quatro pessoas ao longo da vida. Mas, controlando os fatores de riscos cardiovasculares e cerebrovasculares, 90% dos casos podem ser evitados.

Por isso, a Campanha Mundial de Combate ao AVC deste ano tem como foco mostrar a importância da prática de exercícios físicos, informa o especialista. Assim, Pontes Neto comenta que o sedentarismo “é um fator de risco importante para o AVC, explicando ser 36% do risco atribuível à doença”. Um levantamento recente feito pela OMS revelou que até 47% da população adulta brasileira não pratica o mínimo de atividade física recomendada por semana.

Segundo o professor, para não ser considerado sedentário, o indivíduo precisa praticar, pelo menos, 30 minutos de exercícios físicos, cinco vezes por semana. E avisa que “a prática de exercícios ajuda a diminuir o risco de doenças cerebrovasculares”.

Ouça no link abaixo a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.

Referência: Jornal da USP