\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Jorn…

Jornal Eletrônico e Saúde com Ciência e Jazz são destaques no Jornal da USP

2012 pode ser chamado de ano da comunicação na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP. Em março, a Unidade colocou no ar o programa “Saúde com Ciência e Jazz”, em parceria com a Rádio USP Ribeirão Preto, levando informação atualizada sobre saúde, terapias e novas tecnologias semanalmente à sociedade. Agora é a vez da “comunicação interna” ganhar espaço com o “Jornal Eletrônico do Complexo Acadêmico de Saúde”. O veículo é de circulação quinzenal e no dia 11 de outubro já estava em sua terceira edição.
O projeto é ambicioso. Não se trata apenas de um boletim online, mas de um meio de comunicação que integra e dá voz a uma comunidade de quase 13 mil pessoas, população maior que a de muitos municípios brasileiros. Além do contingente humano, o desafio do “Jornal Eletrônico” é fazer instituições que ficam a quase cem quilômetros de Ribeirão Preto, como o Hospital Estadual  Américo Brasiliense, conversar com as outras que integram o Complexo, como o Hospital das Clínicas da FMRP e o Centro Estadual de Referência da Mulher (a maternidade Mater), por exemplo.
Segundo seu principal idealizador, o atual diretor da FMRP, professor Benedito Carlos Maciel, o Jornal Eletrônico do Complexo nasceu da constatação de que a “comunicação interna estava longe de ser eficaz”. Ele acredita que, fornecendo informações atualizadas das atividades desenvolvidas na FMRP e nas Unidades de Saúde que compõem o Complexo e criando um foro democrático para manifestações da comunidade, a ferramenta possa suprir essas necessidades.
Outra função que se espera do veículo é a de oferecer maior transparência institucional e também de servir como arquivo histórico. O software foi desenvolvido de tal forma que manterá todas as edições integralmente armazenadas em um banco de dados com acesso permanente. Todos os que estão cadastrados no sistema recebem por e-mail as edições a cada duas semanas, podem realizar buscas no acervo a qualquer momento e também enviar suas notícias.

Complexo Acadêmico de Saúde

Em torno da FMRP, criou-se um amplo complexo de atenção à saúde que atua em todos os níveis de atendimento. Assim, além da extensão de serviços à comunidade em nível terciário, prestados pelo Hospital das Clínicas (HCFMRP), o Complexo é composto por unidades de saúde de nível secundário como o Hemocentro; o Centro de Saúde Escola; o Hospital Estadual de Ribeirão Preto; o Centro Estadual de Referência da Mulher (a maternidade Mater); o Hospital Estadual de Américo Brasiliense; o Centro Integrado de Reabilitação, vinculado ao Hospital Estadual de Ribeirão Preto; o Centro de Reabilitação do HCFMRP, ligado à rede Lucy Montoro, e, brevemente, o Hospital Estadual de Serrana.
Na atenção primária, ele incorpora unidades de atendimento básico na Vila Lobato, Vila Tibério e Ipiranga (bairros de Ribeirão Preto); um centro avançado em Cássia dos Coqueiros (SP) e ainda oito núcleos de saúde da família localizados na região oeste da cidade de Ribeirão Preto.
O professor Maciel adianta que, “por justiça, deve ser reconhecido que a constituição desse complexo não teria atingido o atual alcance sem a parceria com a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas (FAEPA)”. Cumprindo objetivos estatutários, a FAEPA assumiu o gerenciamento de várias dessas unidades de saúde, cujas atividades estão muito interligadas, “de modo que nos pareceu muito mais adequado que o Jornal abrangesse o conjunto de atividades por elas desenvolvido”.
Assim, o novo veículo de comunicação nasce com a missão de aproximar 340 docentes, 540 funcionários da FMRP, 2800 alunos de graduação e pós-graduação, 5.500 funcionários do HCFMRP, 470 funcionários do Hemocentro, 800 médicos residentes e estagiários e 2.200 funcionários da FAEPA.

Baixo custo e potencial de 30 mil interlocutores

São aproximadamente 12.700 pessoas, mas o projeto quer mais e os técnicos garantem que o software instalado para o Jornal do Complexo comporta a empreitada. Além desse universo, deve assumir a função de estimular e manter vínculo mais estreito com a população de egressos, ex-alunos e aposentados, tanto da FMRP quanto do HC. Esse contingente da comunidade já atingiu 5.580 graduados, 6.300 mestres ou doutores e 6.200 médicos residentes formados, ou seja, só entre os alunos, uma população adicional que supera a casa dos 18.000.
Cerca de 11.000 pessoas, as quais possuem e-mails disponíveis nas três instituições – FMRP, HC e FAEPA, estão recebendo o novo serviço de comunicação quinzenalmente. E todas elas podem colaborar, divulgando as ações de suas instituições. Basta que enviem as notícias através do mesmo software do Jornal Eletrônico para que integrem as próximas edições. A expectativa, no entanto, é que em médio prazo abranja um público que ultrapassa os 30 mil endereços eletrônicos, levando “a uma comunidade tão ampla informações institucionais relevantes, com custos operacionais pouco expressivos”.
Para conferir ou participar do Jornal do Complexo Acadêmico de Saúde, acesse a página no site a FMRP (www.fmrp.usp.br/jornal).