\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Diag…

Diagnóstico precoce representa maiores chances de cura para o câncer infantil

Quando muito persistentes e sem motivos aparentes, sintomas comuns exigem atenção.

O programa Saúde com Ciência e Jazz desta semana recebe o professor Elvis Terci Valera, do Departamento de Puericultura e Pediatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, que nesta edição fala sobre câncer infantil.

O professor conta que o câncer mais comum entre as crianças é a leucemia, que acomete as células de defesa do organismo. “Não se trata de um tumor sólido, é apresentado no sangue do paciente.” Depois dele, os tipos de câncer mais frequentes nos pequenos são os tumores no cérebro e linfomas em crianças maiores.

Valera afirma que o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil está diretamente ligado às maiores chances de cura. Portanto, é  preciso ter atenção a sintomas geralmente banais, mas que são persistentes e sem explicações aparentes. Dores de cabeça, geralmente acompanhadas de náuseas e vômitos, inchaços, palidez, sangramentos, manchas roxas, perda de peso, febre, suor durante a noite, alterações da visão e dores nos membros merecem a investigação de um médico pediatra.

O programa Saúde com Ciência e Jazz é produzido por Flávia Coltri, com apresentação e coordenação do professor Pérsio Roxo Júnior e trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Coordenação de Rosemeire Talamone. No ar todas às quartas, das 13h30 às 14 horas. Você pode sintonizar a Rádio USP em Ribeirão Preto FM 107.9 pela internet em www.jornal.usp.br/home-ribeiraopreto ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS.

Ouça no player abaixo a íntegra do programa Saúde com Ciência e Jazz.

Referência: Jornal da USP