\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Elog…

Elogiar faz muito bem

“É muito gratificante. É bom demais saber que tem gente que reconhece o seu trabalho, mesmo sendo um trabalho simples. Isso me deixou muito contente e serve de um incentivo a mais para quem recebeu e para aqueles que ainda não foram elogiados a buscar fazer a diferença naquilo que se faz e na vida de alguém”.A frase acima foi dita por Eurípedes Pedro Dias, com 25 anos de HC, sendo três anos e meio na distribuição. Ele é um dos cerca de 100 funcionários que foram elogiados por pacientes, acompanhantes e visitantes na Unidade de Emergência e homenageados no mês de julho.

Pela segunda vez no ano, o coordenador da UE, professor doutor Carlos Henrique Miranda, realiza o evento com a entrega de certificado e café da manhã com os colaboradores elogiados ao longo do semestre. Este evento teve o discurso de uma servidora.
“Estou muito feliz em receber a homenagem e o reconhecimento pelo trabalho que faço. Pela primeira vez isso acontece na UE e estou muito emocionada e satisfeita pela valorização que o senhor (professor Carlos Miranda) está nos oferecendo”, finalizou em discurso, a auxiliar de enfermagem Isabel Cristina Machado, desde agosto de 1989, na Unidade de Emergência.
Outro que recebeu o certificado foi o técnico de enfermagem Marcelo de Oliveira Souza, com sete anos de UE. “É um sinal de que o meu trabalho está sendo visto e reconhecido. Sinto-me motivado e feliz”, afirma o também estudante de Enfermagem em seu quarto ano.
Maria José Dela Silva Carti está na UE há 28 anos, sendo 15 deles na Neurologia. “É a primeira vez que recebi um certificado por ser elogiada no trabalho. Isso significa estímulo e ao mesmo tempo o prazer em ver que o trabalho que faço está sendo visto e reconhecido. Vou para casa muito satisfeita”, afirma.
O Jornal da UE conversou com as psicólogas Mary Elly Alves Negrão e Vanessa Fernandes Fioresi para saber a importância do elogio.
Qual a importância do elogio para quem recebe?
O reforço positivo tem uma importância vital para o próprio indivíduo, para os relacionamentos (humanos e animais), seja no contexto familiar, escolar, profissional, social.
Elogiar é um tipo de reforçador positivo, conceito que surgiu em meados do século 20, pelo filósofo B.F. Skinner, que estudou o comportamento dos seres vivos, concluindo que reforço positivo é toda aquela ação que busca incentivar e reconhecer o comportamento pretendido.
Repercussões de quem foi elogiado
Um dos principais valores de se elogiar está associado à autoestima e à autoconfiança. Quem recebe um elogio passa a confiar mais em si mesmo, sente que está no rumo certo e que alguém percebe isso.
É muito mais eficaz (e resultados melhores), pensando em aumentar a frequência de comportamentos adequados, a utilização do “reforço”, do que a punição (brigar, acusar, censurar) de comportamentos inadequados.
Vale ressaltar: se o elogio (recompensa) ocorre mais próximo do momento que ocorre o comportamento, maior a probabilidade de que o comportamento irá ocorrer de novo no futuro.
Essa atitude pode ser a grande diferença entre um trabalho bem executado e comprometido e uma frustração, desmotivação, pouco engajamento no trabalho.
Por que criticar é mais fácil?
Infelizmente, estamos inseridos numa cultura onde acredita-se que o aprendizado somente ocorre através da punição.
Com muita frequência, no contexto familiar/profissional/social, os comportamentos inadequados são os que despertam a atenção, que são colocados em evidência. Enquanto as ações positivas passam desapercebidas ou são percebidas como “não faz mais que a obrigação”. Consequentemente, os comportamentos adequados não aumentam sua frequência.
Referência: Assessoria de Comunicação HCFMRP-USP