\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Enfe…

Enfermagem marca presença no Voluntários do Sertão

Profissionais formados pela EERP participam do projeto social que leva saúde e cidadania para o sertão da Bahia

“O profissional de Enfermagem é capaz de fazer a diferença em muitos atendimentos, tendo oportunidade de trabalhar também na educação e prevenção em saúde”. Esse é o sentimento que resume a participação do enfermeiro Thiago Grande na décima nona edição do Voluntários do Sertão, projeto de ação social que leva saúde e cidadania ao interior da Bahia, há 19 anos.

A Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP tem marcado presença nas várias edições do projeto, com a participação de profissionais formados na Unidade, como Grande e Taison Natarelli, Priscila Cândido, Ivana Cuba e Barbára Lespinassi e, ainda, com a professora Carla Ventura.

Grande participou da edição do Voluntários que ocorreu este ano em Poções, interior da Bahia. O enfermeiro conta que atuou em área clínica, não muito diferente da que ele está acostumado a atuar, o que difere é a condição de trabalho. “O atendimento se faz com pacientes em condições precárias, que muitas vezes não têm acesso aos serviços de saúde”.

Para o voluntário da EERP, a atuação do projeto em regiões de vulnerabilidade proporciona atuação efetiva do profissional da enfermagem, reforçando ainda mais a importância dos enfermeiros e a necessidade da sociedade por profissionais capacitados para atendê-la.

Ivana, que participou de cinco edições do programa, conta que essas ações valorizam muito os profissionais da enfermagem, já que existe uma certa autonomia desses enfermeiros que estão no cuidado direto com os pacientes ou na liderança dos setores. “Muitos dos profissionais que estão na coordenação e organização dos setores de atendimento são da enfermagem, o que mostra o quanto o profissional da enfermagem é capacitado e competente”.

Voluntários do Sertão

O projeto surgiu em 2002 a partir da iniciativa do empresário Doreedson Pereira, mais conhecido como Dorinho, em distribuir brinquedos e cestas básicas na cidade de Alegre, sua cidade natal, no sertão da Bahia.

Após seis anos da criação, o público atendido aumentou. As crianças passaram a esperar pela entrega de presentes que ocorria anualmente. Assim, o empresário notou que a necessidade da população ia além da entrega de kits e o programa também passou a ajudar outros municípios daquela região, fornecendo atendimento à saúde.

A ação reúne profissionais de diversas áreas da saúde. Médicos e dentistas, por exemplo, que estejam dispostos a promover ações em comunidades vulneráveis socialmente. São realizados atendimentos clínicos, pequenas cirurgias, palestras e distribuídos kits de saúde e higiene pessoal.

De acordo com a organização, o Voluntários objetiva promover assistência social, saúde, segurança alimentar e nutricional, além da promoção do voluntariado com acompanhamento dos indicadores de transformação social.

Atualmente, o Voluntários conta com médicos, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, pilotos, cozinheiros e motoristas, entre outros profissionais que chegam nas cidades em uma caravana formada por caminhões, aviões e vans.

Para participar, as cidades precisam ter Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) inferior a 0,6; uma população de até 25 mil habitantes; estar localizada até 100 quilômetros de uma cidade com aeroporto. Para cadastrar a cidade basta acessar o site do Projeto aqui.

Referência: Portal de Informações da USP Ribeirão Preto – Por Joice Soares