\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Hemo…

Hemocentro de Ribeirão Preto “exporta” sistema de custo para outros hemocentros

O Hemocentro RP está “exportando” para outros hemocentros o seu sistema de custo desenvolvido na própria Instituição. É o único no país. Foi criado especificamente para que o Hemocentro tenha controle real dos custos de cada atividade ligada à doação e transfusão de sangue. São 1700 atividades. “Antes, usávamos uma metodologia de custo chamada de absorção, que acha o custo da atividade através de rateio. Isso não refletia a realidade. Por isso, desenvolvemos um sistema que informa o custo de cada atividade. É custo real”, explica a especialista em custos, Elizabeth Irochi Marchezi.
A convite do Ministério da Saúde (MS), o sistema vai ser apresentado, em 2013, a seis hemocentros. Este ano, essa tecnologia foi apresentada e implantada no Hemocentro de Florianópolis. No ano que vem, o primeiro a ser visitado será o de Pernambuco. Diante do ineditismo do trabalho, a Fio Cruz vai publicar, em uma revista de pesquisa, o sistema de custo desenvolvido pelo Hemocentro RP.  “Foi um trabalho que comecei em 2006 e utilizamos desde 2008, mas que agora ganhou repercussão e outras instituições vão poder se beneficiar dessa metodologia de controle de custos”, afirma Elizabeth.