\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Vári…

Várias ações marcam campanha de combate ao AVC em Ribeirão

Com foco na prevenção do AVC, a campanha de 2019 “Não Deixe que Seja Você” foi organizada com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o risco da doença  e equipar ao máximo as pessoas com informações e ferramentas de prevenção que podem salvar vidas.

No dia 29 de outubro, Dia Mundial de Combate ao AVC, os funcionários da Unidade de Emergência trabalharam uniformizados com a camiseta da campanha para alertar a população contra a doença e comemorar os três anos da Unidade de AVC.

No sábado dia 2 de novembro, o  Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e a Rede Brasil AVC promoveram o VII Simpósio do Dia Mundial do AVC que discutiu temas como o impacto e as expectativas na vida de doentes e familiares, a situação da doença no Brasil, abordagem pré-hospitalar, atuação multiprofissional, diagnósticos, tratamentos, reabilitação e AVC infantil. A programação incluiu ainda o V Workshop de Capacitação em AVC do Departamento Regional de Saúde de Ribeirão Preto (DRS XIII).

No domingo, 3 de novembro, médicos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas foram para o Parque Luis Carlos Raya orientar a população sobre a doença e medir a pressão arterial e a glicemia da população.

No mesmo dia, o Fantástico exibiu uma matéria especial no quadro do doutor Dráuzio Varella sobre AVC. A equipe do programa passou 10 dias na Unidade de Emergência mostrando como funciona a  rotina de um hospital público especializado em atender casos de AVC e como novas tecnologias estão ajudando a salvar a vida de mais pacientes.

https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2019/11/03/fantastico-mostra-a-rotina-de-uma-emergencia-que-e-referencia-no-atendimento-as-vitimas-de-avc.ghtml?fbclid=IwAR2rqCyg_S02crdgFxsjUXFeiUU_nPYkxzRM3VpNTeoLich3gPoXHbsCESk

1 em cada 4 de nós terá um AVC ao longo da Vida! Não deixe que seja você!

O AVC é a segunda causas de morte no mundo e a primeira causa de incapacidade. E pode acontecer em qualquer um, em qualquer idade, afetando a todos: pacientes, familiares e amigos. A prevenção pode evitar 90% dos casos e o reconhecimento dos sinais de alerta do AVC e o rápido tratamento de urgência em um centro de AVC diminui a chance de sequelas.

A cada ano, 13,7 milhões de pessoas tem um AVC no mundo, 5,5 milhões morrem e atualmente, existem 80 milhões de sobreviventes de AVC. Com os passos corretos, 90% dos casos podem ser evitados.

Referência: Assessoria de Comunicação HCFMRP-USP