\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Prêm…

Prêmio Rocha Lima incentiva pesquisa entre alunos do curso de medicina

O evento ocorrerá nos dias 28 e 29 de setembro no Espaço de Eventos do Bloco Didático da FMRP-USP e a participação de ouvintes é gratuita
Em meio a um curso exigente e que demanda tempo, ao acelerado crescimento de informações na área médica, ao aumento da competitividade na graduação e nas provas de residência – e a desvalorização do currículo e de atividades de pesquisa para pontuação na seleção -, um aluno do curso de medicina se perguntaria: por que fazer Iniciação Científica?
A FMRP-USP é reconhecida internacionalmente por sua qualidade no campo da pesquisa. Entretanto, será que o aluno do curso medicina da FMRP reconhece essa oportunidade? Como incentivá-lo a participar do processo de produção do saber?
Esta é a meta do Prêmio Rocha Lima. O desafio é, a partir do evento e da entrega do prêmio, oferecer aos alunos de medicina (da FMRP e de outras instituições) uma oportunidade para divulgarem seus trabalhos de iniciação científica em um contexto no qual o aluno tem a oportunidade de visualizar outros campos do conhecimento e exercitar diversas competências, além de despertar o interesse dos demais graduandos pela pesquisa. Assim, pretendemos incentivar os referidos discentes a desenvolverem atividades de pesquisa, abrindo-lhes oportunidades de divulgar seus projetos e trocar experiências com estudantes de outras faculdades presentes no evento. Ao participar da criação do conhecimento, o aluno pode ter acesso a uma formação própria que extrapola o existente em livros, gerando um ensino médico diferenciado, baseado na produção e questionamento do saber.

História
Para contribuir com o propósito de tornar a FMRP um “centro de formação do espírito de Pesquisa”, o departamento científico do Centro Acadêmico Rocha Lima desde 1952, promoveu diversas iniciativas: era no início responsável pelos estágios que os alunos faziam com docentes da FMRP. Já em 1961, fundou-se, sob orientação do Prof. Dr. Maurício Rocha e Silva, a Revista Medicina, para os alunos publicarem suas pesquisas científicas, entre outros diversos eventos e parcerias com outras escolas médicas.
Atualmente, a principal atividade é a realização do Prêmio Rocha Lima, criado em 1970, e que ocorre anualmente desde 1993, chegando em 2012 na sua 19ª edição. Ao longo desses anos, o Prêmio Rocha Lima consolidou-se como um dos mais importantes e tradicionais prêmios de pesquisa de iniciação científica do país. Hoje, diversas universidades realizam eventos semelhantes, como os Prêmios Adolf Lutz na UNICAMP, Oswaldo Cruz da FMUSP, o SIICUSP realizado pela USP, entre muitos outros.
O 19º Prêmio Rocha Lima – o que tem de novo?
Em outras edições, o Prêmio Rocha Lima apresentava as categorias “Área Básica” e Área Clínica”. Em 2012, com o objetivo de incentivar inscrições das áreas clínicas (especialmente nas grandes áreas de ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina social), a 19ª edição do Prêmio apresentará, na sua primeira fase, 7 áreas:
I.             Área Básica
II.            Clínica Médica
III.           Cirurgia
IV.           Pediatria e Puericultura
V.            Ginecologia e Obstetrícia
VI.            Medicina Social
VII.           Ensino, Cultura e Extensão
 
Os trabalhos de cada categoria serão analisados por uma comissão julgadora composta por docentes das respectivas áreas, nas quais o aluno fará apresentações de pôsteres e apresentações orais. Os vencedores de cada um dos temas disputarão, por fim, o Prêmio Rocha Lima, que será entregue no Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação em comemoração aos 60 anos da FMRP em novembro de 2012.
Nessa 19ª edição do Prêmio, que tem a coordenação do Prof. Dr. Lourenço Sbragia Neto, mais de 20 docentes da FMRP participam da comissão julgadora nas sete categorias, e 20 trabalhos de iniciação científica da FMRP foram inscritos. Os resumos dos trabalhos serão publicados em um suplemento da Revista Medicina. Houve inscrições em todas as categorias, com exceção de “Ensino, Cultura e Extensão”.
Mais do que sucesso, espera-se que o evento levante questionamentos acerca da produção científica realizada por alunos do curso de medicina. Como abordado no início: por que o aluno de medicina procuraria uma iniciação científica em meio a tantas pressões? Por que o aluno tem dificuldades em concluir um projeto e em apresentar um trabalho? Como os alunos de medicina podem aproveitar as oportunidades de estágios em laboratório, bolsas CNPq e FAPESP e o espaço de “Ensino, Cultura e Extensão” incentivados pela USP através de programas como o “Aprender com Cultura e Extensão”, “Ensinar com Pesquisa”, entre outros, para produzir conhecimento?
O evento ocorrerá em setembro nos dias 28 (sexta-feira, a partir das 18h) e 29 (sábado, das 8h às 12h), no Espaço de Eventos do Bloco Didático da FMRP. A participação de ouvintes é gratuita.