\ Univ… > Jorn… == > USP… > Reit…

Reitor da USP recebe título de cidadão ribeirão-pretano O decreto legislativo de concessão do título, datado de 9 de junho deste ano, é de autoria dos vereadores Isaac Antunes e Rodrigo Simões

 


(Da esq. p/ dir.) O vereador Luciano Mega; a secretária de Educação de Ribeirão Preto e reitora da USP no período de 2005-2009, Suely Vilela; o vereador Alessandro Maraca; o reitor Marco Antonio Zago; o presidente da Câmara dos Vereadores, Rodrigo Simões; o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira; e o diretor do Instituto Butantan e professor da FMRP, Dimas Tadeu Covas – Foto: Aline Pereira – Comunicação Social / Câmara dos Vereadores de Ribeirão Preto

 

No dia 27 de outubro, o reitor da USP, Marco Antonio Zago, foi agraciado com o título de cidadão ribeirão-pretano, concedido pela Câmara de Vereadores da cidade. O decreto legislativo de concessão do título, datado de 9 de junho deste ano, é de autoria dos vereadores Isaac Antunes e Rodrigo Simões.

Em seu discurso, o reitor, que é natural de Birigui, no interior de São Paulo, contou que saiu de sua cidade natal quando tinha 16 anos, em 1964. “Mas, Ribeirão Preto foi a cidade de minha maturidade e da velhice. Foi nesta cidade que tive a oportunidade de participar da mais espetacular aventura a que todo ser humano tem direito, uma única vez, sem reprise: viver a grande aventura da vida!”, considerou.

Zago relembrou sua trajetória acadêmica dentro da Universidade, desde que era um aluno na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). “Quando aqui cheguei, buscava-me educar para a profissão de médico, profissão que exerci por muitos anos. Como clínico, como hematologista, como diretor do Hospital das Clínicas. Preocupado com a saúde pública, juntamente com o doutor Dimas Covas, ajudei a criar o Hemocentro, o Centro Regional de Transfusão Sanguínea, que modificou a história da medicina transfusional e das doenças relacionadas”, relatou.

O reitor também aproveitou a oportunidade para fazer um apelo: “não seremos um país forte e estável enquanto não dermos à educação a prioridade absoluta que precisa ter. Gostaria de convidá-los para manter viva a tradição desta cidade como um centro de educação. Vamos fazer de Ribeirão Preto uma cidade em que os índices de escolaridade e de desempenho escolar no ensino fundamental, secundário e técnico estejam bem acima da média do Estado de São Paulo. Vamos fortalecer o campus da USP como um centro de desenvolvimento científico e tecnológico, como um motor econômico da região”.

Em agosto deste ano, o reitor recebeu o título de cidadão baurense.

Referência: Jornal da USP – Por:Adriana Cruz