\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Subs…

Substâncias produzidas pela indústria podem afetar o sistema hormonal

O professor Sonir Antonini participou do programa Saúde sem Complicações. Antonini é professor do Departamento de Puericultura e Pediatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e falou sobre disruptores endócrinos, também conhecidos como desreguladores endócrinos, que são substâncias químicas não existentes na natureza formadas pela indústria de alimento, cosmético, farmacêutica e química.

O professor explicou que os disruptores têm a capacidade de interagir com estrutura do organismo e modificar o comportamento modulando para menos ou para mais, sempre de maneira anormal, o funcionamento do sistema hormonal do organismo. “O disruptor endócrino pode agir no organismo tanto de forma positiva quanto negativa, mas não pode ser confundido como benéfico ou maléfico; positivo quando estimula a produção do hormônio e negativo quando inibe ou diminui.”

Antonini disse que já foram realizados diversos estudos em animais e humanos sobre os disruptores que atuam no sistema reprodutor, tanto em animais quanto na espécie humana. “Algumas substâncias diminuem  a capacidade reprodutiva, principalmente nos homens, diminui também o número de espermatozoides, a qualidade e a fertilidade.”

Toda a população está convidada a participar do Saúde sem Complicações, tirando dúvidas sobre saúde ou encaminhando sugestões de assuntos para novas discussões pelo e-mail imprensa.rp@usp.br.

O programa Saúde sem Complicações é produzido pela locutora Mel Vieira e pela estagiária Júlia Gracioli, da Rádio USP Ribeirão, com trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Apresentação de Mel Vieira e direção de Rosemeire Soares Talamone.