\ Univ… > Jorn… == > Dest… > USP…

USP e McGill University: unidas pelos métodos mistos

Durante o período de 10 a 14 de dezembro de 2012, foi ministrado, na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da Universidade de São Paulo (USP), o curso Mixed Methods Research & Mixed Studies Review pelo Prof. Dr. Pierre Pluye da Faculty of Medicine da McGill University (Canadá), a fim de divulgar o emprego de métodos mistos e revisões mistas no contexto brasileiro. O curso foi organizado pela Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão do Departamento de Medicina Social da FMRP-USP, tendo sido apoiado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da USP e pela Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FAEPA).
Participaram do curso docentes e doutorandos de várias unidades da USP, Universidade Estadual de Campinas e Universidade Estadual de Maringá, dentre eles: Anamaria Siriani de Oliveira (FMRP-USP), Bruno Gualano (EEFE-USP), Carla Aparecida Arena Ventura (EERP-USP), Daniela Barsotti Santos (EERP-USP), Hamilton Augusto Roschel da Silva (EEFE-USP), Ivan Luiz Marques Ricarte (UNICAMP), Jacqueline de Souza (EERP-USP), Laura Misue Matsuda (UEM), Marília Liotino dos Santos (FMRP-USP), Rafaella Queiroga Souto (EE-USP), Renata Marques de Oliveira (EERP-USP), Rosa Wanda Diez Garcia (FMRP-USP), Sara Pinto Barbosa (EERP-USP), Valdes Roberto Bollela (FMRP-USP).
Os participantes do curso ficaram encantados com o conteúdo, a qualidade do curso e o potencial de aplicabilidade dessa abordagem para o desenvolvimento de projetos mais competitivos e complexos. A pesquisa científica empregando métodos mistos é uma abordagem de investigação que combina ou associa as formas quantitativa e qualitativa, estando em crescimento no contexto internacional. É mais que uma simples coleta e análise dos dois tipos de dados, envolve também o uso das duas abordagens em conjunto, de modo que os resultados obtidos na pesquisa tenham maior impacto que as duas abordagens empregadas isoladamente.
Além do interesse dos participantes, o sucesso do curso se deveu em grande parte às competências do Prof. Dr. Pierre Pluye, que é um dos maiores especialistas internacionais sobre a pesquisa em saúde empregando métodos mistos, tendo ministrado cursos similares em países da América do Norte e da Europa. Além de Professor na Faculty of Medicine da McGill University, o Dr. Pluye é membro do Centro de Epidemiologia Clínica e Estudos Comunitários do Hospital Geral Judeu da McGill University; co-representante da Rede Cochrane canadense e da Rede Francófona Cochrane;  membro das associações American Medical Informatics Association, Cochrane Canadian Centre, Collège des Médecins du Québec, College of Family Physicians of Canada, North American Primary Care Research Group, e Ordre National des Médecins, França.
Vale ressaltar que  a McGill University, localizada em Montreal, Canadá, foi fundada em 1821 e mantém uma longa tradição de pesquisa e inovação de qualidade, com reconhecimento internacional, como o Prêmio Nobel conferido a Ernest Rutherford em 1908 e que foi concedido ainda a sete outras pessoas ligadas à universidade, dos quais seis ex-alunos no período entre 1977 e 2009. Atualmente, com mais de 35 mil alunos, dos quais cerca de nove mil na pós-graduação, a universidade tem mais de 200 mil ex-alunos vivos, muitos dos quais ocupam posição de destaque acadêmico ou político. Na classificação internacional de universidades mantida pela organização Times Higher Education, a McGill University é colocada como a melhor universidade canadense, ocupando em 2012 a 28ª posição no ranking mundial, sendo a 11ª nas áreas clínicas e de saúde.
Considerando os êxitos alcançados no curso ministrado na FMRP-USP, prevê-se para dezembro de 2014 a realização de uma nova versão do curso sobre Mixed Methods Research & Mixed Studies Review, com foco para todas as universidades da América Latina, e que será organizado pela Universidade de São Paulo em conjunto com a McGill University.