\ Univ… > Jorn… == > Dest… > Edua…

Eduardo Rocha alerta para problemas oculares a partir de percepções visuais

O colunista se refere às imagens entópticas, que são percepções visuais produzidas pelos próprios olhos do indivíduo ou dentro do seu sistema visual.

Na edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre as imagens entópticas, “percepções visuais produzidas pelos próprios olhos do indivíduo ou dentro do seu sistema visual”.

Rocha explica que essas imagens correspondem a um conjunto de sensações visuais que surgem a partir de imperfeições do sistema visual, que se acumulam e se acentuam com o passar do tempo, como traumas, degeneração natural dos tecidos, opacificação por exposição a ultravioleta, renovação tecidual, intolerância a baixa glicemia, além de eventos que debilitam todo o corpo e causam efeitos nos olhos.

Rocha aponta como fatores causadores de imagens entópticas o filme lacrimal escasso, marcas e cicatrizes na córnea e a opacidade no cristalino, alertando para opacidades mais densas em determinadas localizações dos olhos, que causam sensações visuais de pontos, manchas escuras e, algumas vezes, halos (círculos luminosos ou coloridos percebidos pela pessoa).

O professor comenta também sobre imagens que “podem ter a sua natureza gerada na transmissão do estímulo luminoso para estímulo elétrico na retina” e que elas têm outras características, como o brilho e a delimitação. Rocha ainda cita imagens produzidas a partir de pressão externa.

Sensações luminosas ou escurecimento relacionado à baixa oxigenação, à baixa glicemia e a espasmos “que anunciam atividades de cefaleia, como a enxaqueca”, também são imagens entópticas. “Elas podem ser sinais de alerta para questões metabólicas ou déficits do organismo e, por isso, merecem avaliação ocular. O oftalmologista é a pessoa indicada para responder e esclarecer essas questões”, informa Rocha.

Ouça abaixo, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.

Referência: Jornal da USP – Foto: cbo2020.com.br